Como identificar vazamento interno

Se você não mudou seu padrão de consumo de água, mas o volume medido está aumentando. Fique atento, pois um vazamento pode estar acontecendo em sua rede interna de distribuição de água. As dicas abaixo são para ajudar a medir o consumo de água e a identificar possíveis vazamentos.

Como controlar o seu consumo

Leitura do hidrômetro
• No hidrômetro deve-se ler os algarismos pretos e desprezar os outros.

Exemplo: a leitura do mostrador é de 4.933 metros cúbicos (m³).
Atenção: Cada metro cúbico (m³) corresponde a 1.000 litros.

A leitura anterior pode ser vista na sua fatura do mês anterior.
A leitura anterior pode ser vista na sua fatura do mês anterior.

Sugestão de tabela para controle de consumo:
• Leia periodicamente seu hidrômetro, anotando o número indicado e a data.
• Calcule seu consumo pela diferença entre duas leituras.
• Calcule seu consumo médio diário dividindo o consumo do período pelo número de dias correspondentes.

 

Vazamentos

Vazamentos – Gotejamento

Os vazamentos visíveis ocorrem com mais frequência no extravasor da caixa-d’água (ladrão), em função do mau funcionamento da boia, como nas torneiras, na válvula de descarga ou na caixa de descarga.

Vazamento no ramal interno alimentado diretamente pela rede da rua

Teste do copo

  1. Feche o registro do cavalete;
  2. Abra uma torneira alimentada diretamente pela rede da Companhia Águas de Joinville (torneira de jardim ou tanque);
  3. Aguarde até a água parar de correr;
  4.  Coloque um copo cheio de água na boca da torneira;
  5. Se houver sucção da água do copo pela torneira é sinal que existe vazamento no ramal interno (após hidrômetro).

Teste do hidrômetro

  1. Mantenha aberto o registro do cavalete;
  2. Feche bem todas as torneiras da casa e não utilize os sanitários;
  3. Feche completamente as torneiras de boias das caixas, não permitindo a entrada de água;
  4. Marque a posição dos mostradores menores do seu hidrômetro e, após uma hora, no mínimo, verifique se eles se movimentaram;
  5. Caso eles tenham se movimentado, é sinal que existe vazamento no ramal interno (após hidrômetro).

Vazamento na instalação alimentada pela caixa-d’água

Teste da caixa-d’água

  1. Feche todas as torneiras do imóvel e não utilize os sanitários;
  2. Prenda completamente a boia da caixa, impedindo a entrada de água;
  3. Marque na caixa o nível e após uma hora, no mínimo, verifique se ele baixou;
  4. Em caso afirmativo, existe vazamento na canalização, torneiras ou nos sanitários alimentados pela caixa-d’água.

Teste das cinzas – vazamento na válvula ou na caixa de descarga

  1. Jogue cinzas no vaso sanitário;
  2. O normal é a cinza ficar depositada no fundo do vaso;
  3. Em caso contrário, é sinal de vazamento na válvula ou na caixa de descarga. Nas bacias cuja saída da descarga for para trás (direção da parede), deve-se fazer o teste esgotando-se a água. Se a bacia voltar a acumular água, pode haver vazamento na válvula ou na caixa de descarga.

Vazamento em cisternas de edifícios

Teste da cisterna

  1. Feche o registro de saída da cisterna do edifício;
  2. Prenda completamente a boia da cisterna, impedindo a entrada da água;
  3. Marque no reservatório o nível da água. Após uma hora, no mínimo, veja se ele baixou;
  4. Em caso afirmativo, existe vazamento na cisterna.

 

 Outras dicas

Jardim

Faça uma vistoria nas mangueiras, torneiras e sistemas de irrigação por gotejamento. Uma área mais úmida do que outras próximas pode ser um indício de vazamento.

Lavanderia, banheiro ou cozinha

São locais normalmente úmidos. Mas se houver pontos de umidade nas paredes por onde passa a tubulação de água, pode ser sinal de vazamento.

Importante: Encontrar e consertar vazamentos nem sempre é uma tarefa fácil. Se você não tem certeza de como proceder para consertar vazamentos, procure um encanador de sua confiança.

 

Processo de vazamento interno

Se você identificou e consertou o vazamento, saiba como proceder para solicitar o Processo de vazamento interno.

 

Compartilhe